Faalaê
http://biabiarocha.tumblr.com/ask
{ home page questions? submit}
{ Twitter, Facebook, Meus textos, }
Biancannábis ...
"Sou ovelha desgarrada, dessas que vivem o intenso, procuro sempre os extremos, fartando-me do exagerado ... Não meço, não contenho ... Sou toda Música, arte, desenhos, livros, poemas
prosas, ervas, acido, alcool, sexo,natureza, mpb, rap, reggae
até o rock clássico, de 2pac, ao blue de janis joplin"


(c) theme by the-dreamgirl; base/detalhes por: amar-gura;
não copie, nem remova os créditos;

Postado em 29/11/2013 às 7:28pm | Reblog

Dizem por ai que a vida é feita de jornadas,
que se um dia há erro
amanhã a alma é renovada.
Falam que quem passa por lutas,
descobri após as batalhas
novos princípios e condutas.
Logram quem decorreu por épocas, tempos e revoluções,
pode retratar o hoje e resolver equações,
Eram tantos desalentos a ums bons tempos atrás,
o tempo passou correndo, e ainda vejo o cais
O cais que derrama o caos,
o caos que acolhe os mals,
o mal que corrompe o homem,
homens com o tempo somem,
se vão,alguns deixam sua marca,
ums grafam com o coração
mas sei se deus pedi a arca
algums nem pensam em sua ação.
Desde cedo, logo no início,
nos tempo mais remotos,
já vemos sempre o indicio,
ums sempre querendo mais,
outros tem nem o que é propício.
Hábito se cria e procria,
a partir de seu criador,
se tu alimentar a sua cria,
ela cresceu se rebelo …
Governo podre quis criar,
fantoches e marionetes,
mas a maça cai no lugar,
longe da árvore não apodrece,
decidi então me rebelar,
com o que rouba mas o que rege,
o que deveria nos da,
mas é o que tira e não protege.
~ Bianca Rocha
Postado em 23/11/2013 às 7:55pm | Reblog

~ Lembro nos fins de tarde de domingos ensolarados, quando você adentrava sumcumbindo  o silencio que pairava no recinto, com sua prancha embaixo do braço, os cabelos louros molhados grudado no contorno de seu rosto queimado de sol e os olhos iluminados como se tivesse guardado raios para me da assim que chegasse em casa. Você encostava sua prancha na parede rente a porta, sentava-se em nossa mesa de madeira velha e carcomida e comia de uma forma voraz e intensa, larica … E eu ficava aqui, sentada apreciando e contemplando seu semblante se saciando, enquanto você recitava longos monólogos de suas ondas .Aguardava paciente sabendo que a verdadeira onda sempre começava quando entre 4 paredes nos jogávamos e nos entregávamos ao fluxo das ondas de prazer, que te puxava pra mim, e me puxava para você … 
Postado em 23/11/2013 às 7:32pm | Reblog

O Prazer é que move o mundo …

Aqui em minhas confissões mais íntimas, decaio a pensar novamente o quanto o prazer move o mundo. Como existe um instinto, feroz, pura irracionalidade de animal presente no ser humano, que pouco se controla, que mata e devora, o desejo da carne,que nos faz sempre nos redermos a nossos fetiches, por mais obscuros que possam parecer.Começo a pensar também o quanto homens mais velhos me atraem, aquele rosto convicto, de autosuficiência e independência, a firmeza e a proteção de suas mãos fortes e veiudas, a experiência ou o desejo que estes sentem em boas ninfetas como eu.Sendo numa situação completamente ilícita, me fascina ainda mais.Gosto de provoca-los fazelos perder o juízo o controlhe, deixar que seus instintos de homem ou do bicho homem que come carne lhe consumir e atacar-me a usurpar e possuir meu corpo sem pudor apesar das negativas e inapropriadas circunstâcias. É incrivel ver, todas aquelas feições, antes
impassíveis e firmes se contorcer a render-se no deleite do proibido, da ninfeta de pele macia e morena com gosto ainda de leite, fazendo como gente grande. Em pequenos cubículos entre quatro paredes, deixamos nossas idades e toda ética la fora, isso é para os leigos, estamos alucinados em sanar o fascínio mútuo …

BiancaRocha

Postado em 14/11/2013 às 2:42pm | Reblog

Postado em 21/10/2013 às 7:48pm | Reblog

Postado em 21/10/2013 às 7:37pm | Reblog

Postado em 19/10/2013 às 11:29am | Reblog

Ei mô, ouvi sussurros em minha cama,

encubados embaixo do edredon, 

em gestos e toques descubro a ama,

que me detém a ansia, um sonho bom… 

O silencio que paira nesse recinto, 

só ouço a música do seu pulsar,

nossa conexão, nosso fluido 

me faz sentir-me  em auto lar ..   

Biancannabis

Postado em 19/10/2013 às 8:37am | Reblog

Postado em 17/10/2013 às 2:15pm | Reblog

Postado em 17/10/2013 às 2:14pm | Reblog

Não é pedir muito, nunca foi …
pedir alguém … nunca esperei por ninguém ..
niguém me surpreendeu…
Já esperei tantas pessoas,
nenhumas delas vieram …
Talvez seja porque eu tenha mesmo que ser poeta,
daquelas que não conhece o amor na prática,
vive para traduzi-lo e vomita-lo em versos e prosas ..
Não sofrerei a dor de um coração partido
mas me martizarei com a constante solidão,
imaginarei os mais diversos corpos estendidos em minha cama
todos meus desejos sexuais, todos tão intensos e frívolos..
descreve-los como os corpos estivessem realmente numa
real comunhão, como se aquilo fosse realmente uma manifestação
do amor, com tamanha propriedade… Sera apenas mais um, como sempre
é, mas uma saliva, uma textura, uma feiçaõ .. Nenhuma me atrai tanto
a ponto de querer ficar.. todos se vão, com o tal do amor …
~ BiancaR
Postado em 11/10/2013 às 8:36pm | Reblog

deitada

cabelo desgrenhado

semblante relaxado

contornos adornados..

ventilador ruidoso,

um aperto doloroso,

em meio as nostalgias

decaio no abraço caloroso …

Mal sabia ser um adeus,

quando seus labios contra o meu,

saciando-me em sua saliva

vivo em eterno breu ..

O cheiro de incenso,

no meu quarto ja insento

de seu corpo de seu cheiro

permanece o desalento ..

~ BiancaRocha
Postado em 7/10/2013 às 6:52pm | Reblog

A BÊBADA E O RICARDÃO RS

Nem me lembro muito bem, como fui ficar assim 

se sinto pena de você ou se sinto pena de mim …

Fui me afogar entre as bebidas

para acabar com essa agonia

mas estou me acabando, e você com a eterna alegria … 

E foi ai que eu notei que não conseguir levantar,

várias vezes eu tentei até brotar a vomitar … 

Maldito é o coração, que até sem minha lucidez

não me deixa relaxar, esquecer o que se desfez

e em meio a fumaça que se esvai pelo ar

penso que meus tormentos também deviam evaporar … 

O que evapora é minha sanidade, 

decido ir a rua, atravessar toda cidade … 

Pior do que ligar é ir vistar, 

mas fui como um soldado que retorna a seu lar .. 

Cambaleando entre as pessoas 

que me olhavam com desdém, 

cada um faz suas escolhas, 

eu fiz a minha também, 

fala isso para todos, falava isso para ninguém…

Cheguei em sua porta

nem pensei em campainha, gritei seu nome incessante

se não funcionasse, foda-se, seguia adiante … 

E você abriu a janela com cabela desgrenhado, 

seus olhos estavam vermelho, pude ver, estava chapado 

e para minha surpresa aparece alguém ao seu lado, 

e foi ai que eu descobri que você era viado …

Era um cara bonitão,

se come ou dá eu não sei não,

me senti humilhada, me trocou pelo ricardão … 

O chinguei de pederasta e o mandei tomar no c….

mas lembrei que tu gostava o tempo todo de pir…

E fui embora arrasada, 

se estou infeliz agora, vou ficar embriagada ..

BiancaRocha

Postado em 7/10/2013 às 5:42pm | 1 note | Reblog